Meus Sermões

SOCORRO BEM PRESENTE

Salmo 46

 

Introdução

Quero ler uma das promessas mais poderosas de todas aquelas que encontramos na Bíblia, a Palavra de Deus, está aqui no v.1-7:

“1 Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade. 2 Por isso não temeremos, ainda que a terra trema e os montes afundem no coração do mar, 3 ainda que estrondem as suas águas turbulentas e os montes sejam sacudidos pela sua fúria. 4 Há um rio cujos canais alegram a cidade de Deus, o Santo Lugar onde habita o Altíssimo. 5 Deus nela está! Não será abalada! Deus vem em seu auxílio desde o romper da manhã. 6 Nações se agitam, reinos se abalam; ele ergue a voz, e a terra se derrete. 7 O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é a nossa torre segura... 9 Ele dá fim às guerras até os confins da terra; quebra o arco e despedaça a lança; destrói os escudos com fogo”. (Sl 46.1-7, 9).

 

Que palavra tremenda... Deus está dizendo para nós: “Você nunca mais precisará ter medo. Ainda que terremotos sacudam a terra, ainda que o tsumani venha dos oceanos e os montes se desmanchem no meio dos mares... as coisas podem estar num completo caos, mas você terá paz como a de um rio passando”.

 

Pela televisão, temos visto como o mundo inteiro anda perturbado.

É terrorismo, terremoto... tornados... enchentes e desabamentos... e são problemas pessoais e sofrimentos que se acumulam.

 

Mas, amado, em meio a tudo isso, este Salmo 46 faz soar a voz de Deus: “O Meu povo não será destruído... Eu serei o socorro, o socorro bem presente na hora da necessidade”, [aleluia!] diz o Senhor.

 

Você compreende o que Deus está dizendo neste Salmo? Deus chama a Si mesmo de “socorro bem presente”. Aleluia!

 

Deus sabe que temos necessidades e problemas terríveis... Deus sabe que todos sofremos dificuldades, que sofremos tentações, e que passamos por fases que nos perturbam a alma.

Pois a mensagem de Deus para nós aqui, no Salmo 46, é exatamente para momentos como esses: tempos de necessidade, de aflição e angústia.

 

Qual é a mensagem? Simplesmente essa: que há uma paz sobrenatural, paz como um rio, que vem da presença do Espírito de Deus, quando Ele habita em nós.

 

Eu quero compartilhar com você o que aprendi desse Salmo.

 

...em primeiro lugar:

1. Admitir Que Há Um Mal Bem Presente

O v.1 fala de “socorro bem presente”, porque há um mal bem presente.

O apóstolo Paulo chegou a declarar isto: “...Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim” (Rm 7.21). E numa carta, ele escreveu estas palavras: “pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Ef 6.12).

 

Portanto, pela Bíblia, somos ensinados que existe um inimigo muito real.

E esse inimigo está em ação contra nós o tempo todo... de dia e de noite ele não pára... e esse inimigo, a Bíblia revela, é Satanás, o diabo.

 

Esse nosso adversário é um inimigo bem presente... Satanás nunca dorme, ele nunca deixa de mentir, nunca deixa de promover divisão, e nem de fazer o mal contra nós. O objetivo dele é nos levar à destruição.

 

Por isso, quando você lê a Bíblia, você lê isto: “Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar” (1Pe 5.8-9).

Pedro, um dos discípulos de Jesus, vivenciou isso por experiência própria. Jesus avisou: “Simão, Simão, Satanás pediu vocês para peneirá-los como trigo” (Lc 22.31). Jesus sabia que o diabo queria destruir esse discípulo. Então, Jesus advertiu a Pedro sobre o que aconteceria.

 

Amado, há um mal bem presente e podemos ser atacados por ele!

Certa vez, um consagrado pastor foi convidado por um colega para falar no culto da igreja. Era um homem muito abençoado. Enquanto ele pregava, as pessoas eram tocadas pelo poder de Deus. Mas de repente, no meio da mensagem, ele parou, deu um passo para trás e chamou o colega. Com voz calma, mas tremendo, ele cochichou: “Preciso que você ore por mim. Por favor, imponha suas mãos sobre mim agora mesmo. Maus pensamentos estão embaralhando... Há anos que não passo por isso. Ore por mim”. O primeiro pensamento do colega deve ter sido: “Chamei o homem errado para pregar”. No entanto, o fato é que ali estava um servo de Deus, dedicado! O que se passou é que, Satanás, estava chegando a ele no momento menos esperado: quando ele estava em meio a uma poderosa pregação... Então, aquele humilde homem pediu: “Ore por mim... você me conhece; sabe que esses não são os meus pensamentos!”...então, os dois oraram e logo o ataque cessou.

 

Isto serve para nos lembrar de quão bem presentes são os ataques do inimigo contra o povo de Deus, contra as pessoas que servem a Deus.

 

A quem você acha que o diabo ataca mais?

Ouça, Satanás não vai se preocupar em atrapalhar a vida dos seus próprios filhos. Isso porque ele já os têm sob controle.

 

Sabe, de algumas pessoas, Jesus disse o seguinte, lemos em Jo.8.44: “Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele”.

 

Amado, as armas do diabo estão apontadas contra umas poucas e escolhidas pessoas.

O diabo está atrás daquelas que, em seus corações, se determinaram obedecer a Deus.

 

Porque, tais pessoas, estão apaixonadas por Jesus, e se trancaram no quarto de oração para estar com Ele e se deleitar em Sua presença... tais pessoas estão determinadas a andar na unção do Espírito Santo, e a obedecer a cada palavra de Deus.

 

Portanto, se você é um crente assim, compromissado com Deus, há algo de que precisa se conscientizar: você nunca estará livre dos ataques do diabo... Satanás tem uma coisa na mente, e essa coisa é minar a sua fé... é fazer com que você duvide da fidelidade de Deus.

 

Então, ele vai criar problemas, vai trazer lutas... até que finalmente você se pergunte: “Como Deus pode estar comigo no meio de tudo isso?”.

 

Há pessoas que serviram a Jesus por toda a vida, mas que agora, estão começando a duvidar do Senhor em meio aos seus problemas.

Por quê? ...porque simplesmente elas não entendem o quê estão enfrentando... elas não se conscientizam de que estão sob ataque espiritual.

 

Não se engane: os ataques do inimigo são mais ferozes nestes últimos dias.

Eu penso que, nos dias de hoje, nós precisamos mais da direção de Deus, do que precisava o povo em tempos atrás.

 

Porém, Satanás quer nos convencer de que Deus nos abandonou, justamente quando mais precisamos dEle.

 

Portanto, a realidade é esta: estamos em batalha constante. Você precisa admitir que há um mal bem presente.

 

...mas, desse Salmo 46, aprendo uma segunda lição:

2. Eu Preciso Crer Que Na Hora da Necessidade, Deus é o Meu Socorro Bem Presente

A expressão “bem presente” quer dizer “sempre à disposição, sempre acessível”.

É isto: a presença de Deus está conosco, está sempre em nós... e se Deus é bem presente em nós, então Ele deseja ajudar-nos!

 

Deus deseja nos ajudar, nos socorrer... não importa onde estejamos: no trabalho, na escola, ou em casa com a família, ou com os amigos... Deus está conosco!

 

Agora, o inimigo quer que a gente pense que Deus deixou Satanás crescer em poder, e que nós ficamos abandonados... sem socorro, sem ajuda.

 

Mas não! Não é assim! Amado, na Bíblia nós lemos isto: “Vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito do Senhor arvorará contra ele a sua bandeira” (Is 59.19). Aleluia!

 

Não importa o que o diabo faça contra nós – o poder de Deus será sempre maior do que dele!

 

Você pode perguntar: “Mas como é que Deus traz socorro em nossos problemas?”.

Então, passo a explicar: O socorro de Deus nos vem da Sua presença em nós... o socorro vem de Deus habitando em nós.

 

O apóstolo Paulo ensinava: nosso corpo é o templo do Espírito Santo, do Espírito de Deus. Somos habitação de Deus!

 

Ah! Se nós simplesmente entendêssemos essa verdade, nunca mais teríamos medos nem sustos.

Eu preciso aprender mais fundo essa lição... Mesmo depois de todos os meus anos de vida com Deus, ainda me vejo tentando sentir alguma emoção para confirmar Sua presença comigo.  Mas não! ...aqui, o Senhor está dizendo: “Você não precisa ficar horas Me esperando. Eu habito em você. Eu estou presente... de dia e de noite, estou com você”.

 

No Sl 16.7-8, Davi deu esse testemunho: “Bendirei o Senhor, que me aconselha; na escura noite o meu coração me ensina! 8 Sempre tenho o Senhor diante de mim. Com ele à minha direita, não serei abalado. Davi está declarando: “Deus está sempre presente diante de mim. E estou determinado a mantê-Lo presente em meus pensamentos. Ele fielmente me guia dia e noite. Nunca preciso ficar confuso”.

 

Alguns crentes andam dizendo: “Deus nunca fala comigo”. E ficam impressionados quando alguém lhes chega e diz: “Deus me falou”. Aí, eles tornam a dizer, fazendo beicinho: “Pois comigo Deus não fala...”.

Mas, ora, como podemos declarar que o Espírito de Deus vive em nós e que não fala conosco?

 

Se falamos que Ele está bem presente em nossos corações, sempre à nossa mão direita, pronto para dirigir as nossas vidas – então Ele deseja falar conosco!

 

O que se passa, é que alguns crentes temem dar ouvidos à “voz interior” ...acham que é a voz do inimigo.

Por certo, é uma preocupação válida a todo crente. Afinal, o diabo falou com Jesus.

 

Mas com muita freqüência, tal cuidado se transforma em medo paralisador. E esse medo impede muitos crentes de deslancharem na fé.

 

Mas se você separa um tempo, todos os dias, para passar em quietude na presença de Deus, não há necessidade de ter esse medo, porque você irá se familiarizar com a voz de Deus e saberá distingui-la de todas as outras.

Quando minha esposa me fala ao telefone, eu não preciso perguntar “Alô! Quem fala?”, porque na primeira palavra, eu já sei que é ela, porque estou familiarizado com a voz dela.

 

Jesus disse que Sua voz seria reconhecida. Ele falou isto: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz” (Jo 10.27).

 

Em todas as vezes que o Espírito Santo falou, os que escutaram, souberam, de modo claro, que era Deus falando... porque o Espírito Santo sempre fala com clareza.

Preste atenção, por exemplo, nestas instruções que o Espírito de Deus trouxe para um homem de nome Cornélio; lemos aqui na Bíblia em At 10.5-6: “...mande alguns homens a Jope para trazerem um certo Simão, também conhecido como Pedro, 6 que está hospedado na casa de Simão, o curtidor de couro, que fica perto do mar”. Isso é que é instrução detalhada. Aleluia!

 

E, sabe, enquanto isso, Deus dava instruções igualmente detalhadas para Pedro, lemos assim: “...o Espírito lhe disse: “Simão, três homens estão procurando por você. 20 Portanto, levante-se e desça. Não hesite em ir com eles, pois eu os enviei”.

 

O Espírito Santo agiu desse jeito também na vida de Paulo.

Em Atos 9, ele ainda era chamado Saulo, ficou sem visão por três dias em Damasco. Então, Deus orientou um homem chamado Ananias para ir aonde Paulo estava e orar por ele.

 

Na Bíblia, lemos isto (At 9.11): “O Senhor lhe disse: “Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando”

 

Diga: onde a Bíblia mostra que o Espírito Santo parou de dar instruções detalhadas ao povo de Deus? Quando foi que o Espírito Santo parou de estar  presente em nossas vidas? Quando foi que Ele nos abandonou? O diabo fala aos seus filhos. Por que o Senhor não falaria ao Seu próprio povo?

 

No entanto, temos de compreender isso: a sensibilidade que nos permite ouvir a voz de Deus não vem da noite para o dia.

Você precisa se familiarizar... precisa estar todos os dias no seu quarto de oração... só então estará capacitado.

Muitas vezes o Senhor tem me falado, Ele diz: “Walter, não faça tal coisa, ou faça aquilo...”. E mesmo assim, houve vezes em que eu resolvi fazer do jeito que eu queria. E nessas vezes, Deus me deixou entrar em dificuldade.

 

Porque Deus diz, leio em Is 48.17-18: “Assim diz o Senhor, o seu redentor, o Santo de Israel: “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir. 18 Se tão-somente você tivesse prestado atenção às minhas ordens, sua paz seria como um rio, sua retidão, como as ondas do mar”.

 

Eu ainda estou aprendendo... quero que a paz de Deus, sobrenatural, flua como um rio em minha alma.

 

Voltando ao Salmo 46, lemos no v.1: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”.

Leio isto e ouço Deus perguntando à igreja hoje: “Vocês crêem que Eu ainda fale ao Meu povo? Vocês crêem que Eu concedo socorro e direção?

 

Amado irmão/irmã, você realmente crê que Deus quer lhe falar todo dia, toda hora, momento a momento?” Quantos crêem?

 

Pois a nossa resposta tem de ser como a de Davi. Num outro Salmo, lemos que Davi fez essa declaração sobre o Senhor, ele disse: “O conselho do Senhor dura para sempre, os desígnios do seu coração por todas as gerações” (33:11).

 

A Bíblia deixa claro: o nosso Deus falou ao Seu povo no passado, e está falando ao Seu povo agora, e continuará falando a nós até os fins dos tempos.

 

E, sabe, Deus vai direto ao ponto... Deus quer falar a você sobre o seu problema hoje.

Pode ser através da Sua palavra escrita – a Bíblia... pode ser através de um amigo, ou através da voz silenciosa e suave do Espírito Santo, lhe cochichando: “Esse é o caminho, vá por ele”.

 

Entretanto, não importa muito qual o meio que Deus use... Ele fala e você reconhecerá a Sua voz. Aleluia!

 

Pr Walter Pacheco da Silveira. 2005