Outros Sermões Eclesiastes

TEMPO PARA TODAS AS COISAS
Eclesiastes 3

Vi escrito em uma mensagem o seguinte:

"Um milésimo de segundo pode significar a glória ou o fracasso para um atleta. Um segundo pode significar a vida ou a morte para quem enfrenta o perigo. Um minuto pode significar o início de uma viagem ou um bilhete perdido para quem vai tomar o trem. Uma hora pode significar a concretização de um sonho ou o desvanecer dele para o aluno que está fazendo uma prova. Um dia pode significar a vitória ou a derrota para um candidato político. Um mês pode significar esperança ou angústia para uma mãe grávida que aguarda seu filho nascer. Um ano pode significar a prisão ou a liberdade para um encarcerado. Uma vida pode significar a felicidade de viver eternamente com Cristo ou a perdição eterna."

Todos nós, seres humanos, vivemos irremediavelmente presos a esta realidade chamada “tempo”. Não existe nada mais representativo da nossa efêmera existência neste planeta do que o tempo. Ele existe para todos, grandes e pequenos, negros e brancos, ricos e pobres, jovens e velhos. Todos nós somos permanentemente reféns da nossa limitada existência delimitada pelo tempo.

O sábio rei Salomão em seu famoso livro, Eclesiastes, escreveu: “Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar; tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora; tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz. Tudo fez Deus formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a idéia da eternidade, ainda que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim.”

Portanto, quer queiramos ou não, o tempo é algo que não podemos controlar, pois, como disse o salmista: “a vida passa, e nós voamos”. Assim, é natural que o homem vá vivendo a vida sem parar para refletir sobre o tempo, pois se é algo intangível e incontrolável, porque refletir sobre ele? Mas, no mesmo 90, o salmista reconhece a sua limitação humana e pede a Deus: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios.”

Poucos são os que já experimentaram contar os dias, os anos buscando ter um coração sábio. Contar os dias significa repensar o tempo gasto, as energias desperdiçadas, o que foi feito do melhor da vida. É perguntar-se: Em que estou gastando o meu tempo? Como estou gastando a minha vida, os meus dias? Terei dado prioridade às coisas que realmente importam?

Atingir esta maturidade de pensamento é o primeiro passo para se obter um coração sábio que agrade à Deus. Quanto tempo gastamos com nossos sonhos egoístas e mesquinhos, com nossa ganância de querer sempre mais, com nosso sonho de acumular riquezas e nos esquecemos dos sonhos de Deus para nossas vidas.

Nos esquecemos dos nossos irmãos, do nosso próximo que precisa de ajuda, quando nossa vida deveria ser um canal de bênçãos para os que nos cercam. Quanto tempo temos contribuído buscando ganhar e acumular para depois gastar com coisas fúteis, em detrimento do tempo que poderíamos ter usufruído agradecendo, praticando o amor, ajudando o próximo e servindo à Deus.

Tempo não foi feito para gastar, mas para aproveitar. Já pensou nisto? Gastar torna o tempo fútil. Seria como se nada tivéssemos pra fazer a não ser passar o tempo, até envelhecer. Claro que não é isso que o tempo é, mas algumas pessoas são exatamente assim. Deixam o tempo passar apenas; não o experimentam, não arriscam, não o usam apropriadamente. Desperdiçam apenas.

O tempo é um presente de Deus, para utilizá-lo da melhor maneira que podemos. Quantos seres humanos tem consciência disto? Tempo não é dinheiro, tempo é uma dádiva de Deus que não pode ser recuperado, mas é único. Ele faz parte da existência e de todo universo. Ele faz parte de tudo que se passa e que se passou. Tempo é vida, é história que se fez e que se faz a cada segundo. O tempo fez a história dos homens que fizeram o evangelho se propagar. O tempo faz parte da vinda de Jesus, embora nenhum homem tenha conhecimento deste exato tempo.

Deus colocou um tempo para todas as coisas. Assim como um bebe, cresce no ventre e depois que sai do ventre, e se torna menino e homem, assim há tempo para viver cada momento que Deus nos proporciona. Nada em Deus é por acaso. O tempo também tem seu espaço em cada ser vivente na terra e em todo universo. Se há tempo até de nascer estrelas no céu, há tempo para cada plano de Deus em cada homem e o que o rodeia.

Se o tempo faz parte de tudo que há em todo o sistema do universo, também está relacionado a nós que somos filhos de um Pai Todo Poderoso. Sendo assim, cada um de nós deveríamos cuidar mais do tempo que nos é dado, para fazer atos importantes, que estão dependurados no cabide de coisas pendentes ou na gaveta de coisas inacabadas. Acima de tudo devemos seguir a Palavra de Deus, pregar o evangelho a toda criatura, e realizar as obras que o Pai nos disse que fizéssemos. Não deixe que alguém roube o seu tempo tão precioso! Definitivamente é tempo de não perder tempo!



Juvenal Ramos