Ilustrações Ilustrações B

Batalha

 

Democracia - sistema de governo do inferno.

 

"Está escrito". Quando o Senhor pronunciou essas palavras, o diabo fugiu. Satanás não consegue enfrentar a espada do Espírito - a Palavra de Deus.

 

Extraí da Revista Ultimato um artigo do diretor da Revista, Elben M. Lenz César, intitulado «Antes de amarrar Satanás». Elben menciona: «Antes de amarrar Satanás, amarre a sua língua... amarre os seus olhos... amarre o seu gênio... amarre o pecado... amarre a sua mente... amarre a sua incredulidade... amarre a sua preguiça... amarre a sua timidez... amarre o seu eu... amarre a sua vaidade...», e conclui: «Depois de tudo amarrado, sinta-se à vontade para amarrar Satanás». (Elben M. Lenz César – Revista Compromisso – 1º Trimestre de 1997).

 

Um pastor batista e um assembleiano foram evangelizar em um bairro nobre de uma cidade grande. Chegando a uma das mansões, um cachorro veio em direção deles latindo muito. O pastor pentecostal grita: -" amarrado!" Ao que o pastor batista responde imediatamente, e já correndo: - " é sooooolto!"

 

Na fase mais aguda de ameaças à sua vida, Lutero recebeu oferecimento de amigos e admiradores que se propunham a defendê-lo pelas armas. Lutero recusou dizendo: "Eu não vou apelar para armas e derramamento de sangue para a defesa do Evangelho. Foi pela pregação da Palavra que o mundo foi conquistado; pela Palavra a igreja foi salva; é pela Palavra que ela há ser restaurada. Eu não vou depender de ninguém senão de Jesus Cristo e Sua Palavra".

 

Sempre desconfie de períodos prolongados de calmaria. A batalha sempre se torna mais acirrada conforme avançamos no propósito de Deus. Como diz Francis Frangipane: "a cada novo nível, novos demônios".

 

Todos sabemos que a Bíblia diz do diabo que ele é um ladrão. Mas o que o diabo quer roubar? A sua casa? O seu dinheiro? O que o diabo vai fazer com casa? O que o diabo vai fazer com dinheiro?

 

No mundo natural os opostos se atraem; no espiritual os semelhantes é que se atraem. Por isso que bênção e pecado não andam juntos. 

 

A família é o maior campo de batalha espiritual. É ali que devemos nos renovar.

 

Por causa da aliança, todo ataque de Satanás é ilegal.

 

O selo da propriedade de Deus está sobre nós. Os anjos sabem. Os demônios também nos conhecem.

 

Enquanto Satanás encontra algo dele em nós, ele tem legalidade. Precisamos dizer como o Senhor: "mas ele nada tem em mim".

 

Um escritor intitulou seu livro com a seguinte frase: "O Diabo Está Vivo e Ativo no Grande Planeta Terra".

 

Miltom Azevedo Andrade colocou em seu livro "Vida Em Abundância", esta declaração: "O inimigo não pode atingir o nosso homem espiritual (aquele que nasceu de Deus), mas ele pode atingir o nosso homem natural". (Milton Azevedo Andrade, em Vida Em Abundância, pg. 231).

 

Tem quem trate a questão da batalha espiritual assim: "Não viva acuado, com medo de tudo, vendo o diabo em toda a parte e querendo amarrá-lo a todo momento. Jesus Cristo o derrotou na cruz, ele é um derrotado, e eu não preciso ficar me preocupando com ele 24 horas por dia". 

 

Uma boa demonstração de que necessitamos conhecer bem o nosso inimigo foi dada no caso da Dengue. Todo mundo sabe que o nome do inimigo, nesse caso, é o mosquito Aedes Aegypti. A fim de exterminar o inimigo certo, panfletos divulgavam o seguinte: O mosquito da dengue ataca durante o dia; o pernilongo pica na calada da noite. O mosquito da dengue tem listras brancas nas patas e pelo corpo; o pernilongo não tem listras. O mosquito da dengue voa baixo, no máximo à altura da cintura de um adulto; o pernilongo gosta de voar à altura do teto. O mosquito da dengue é discreto, muitas vezes pica e a vítima nem sequer sente que foi atacada; mas o pernilongo perturba até pelo zunido que faz e sua picada é bem dolorosa. Mas, o que teve de gente que matou pernilongo pensando que era mosquito da dengue, não foi brincadeira. (Revista Tudo, pg 47, 12 de abril de 2002).

 

O pastor César Castellano fala de 4 passos que a igreja Mission Carismática Internacional, tem usado em Bogotá: Caravana: damos 7 voltas na cidade, uma vez por ano. Unção: Ungimos a cidade toda enquanto marchamos. Oração: Oramos quebrando o poder do diabo. Liberar: Liberamos o poder dos anjos, para que trabalhem, preparando os corações para a salvação. Se queremos conquistar a cidade, precisamos saber fazer guerra espiritual. (Internet)

 

Satanás irá tentar estragar aquilo que ele não puder impedir.

 

Uma frase que tem impactado a muitos pelo Brasil a fora, é: “NÃO SOU MAIS UM PECADOR LUTANDO PARA SER SANTO. SOU UM SANTO LUTANDO CONTRA O PECADO!” 

 

No podemos en medio de la batalla sentarnos y decir, yo no sirvo para nada, Whithe lo describe de esta manera: "A un soldado de esa clase yo le echaría un balde de agua fría, lo pondría sobre sus pies, le calzaría un puntapié, le pondría el arma en las manos y gritaría: '¡¡¡Ahora pelea!!!'... "retroceda detrás de las filas, tómese un descanso si está demasiado débil para seguir y recupere sus fuerzas con un poderoso trago de Romanos 8:1-4 y luego vuelva a luchar". 

 

Lutero disse certa vez: "Vamos cantar um hino e aborrecer o diabo". (Internet). 

 

Rachel Hickson é uma missionária que dirige uma igreja em Londres. Em maio de 2000 ela tomou um avião para a Noruega. Ao seu lado, sentou-se um homem. Puxando conversa, ela perguntou-lhe para onde estava indo. Ele então disse que estava deixando a Inglaterra e a organização ao qual estava ligado porque não conseguira trabalhar. Sem entender direito, a missionária perguntou-lhe qual era o seu trabalho. "Sou feiticeiro, e alguma força estranha está me impedindo de realizar meu trabalho neste lugar. Meu espírito está fraco, a atmosfera está pesada". A missionária sabia de que força aquele homem estava falando. Ela lembrou-se do M25, um grupo de crentes que ora incessantemente por Londres. Tal como M25 é uma via que circunda Londres, as orações do grupo estão cercando aquele lugar impedindo, assim, que forças do mal invadam a cidade e o país. (Revista da Campanha de Missões Mundiais 2001).

 

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, começou seu histórico pronunciamento de quinta-feira, dia seguinte aos atentados terrorista de 11 de setembro, dizendo que "justiça será feita", numa referência à caça ao terrorista Osama Bin Laden, acusado de ser o mentor dos atentados que chocaram o mundo. Diante do Congresso norte-americano, ostensivamente aplaudido, Bush deu o recado às demais nações: "Ou vocês estão conosco ou com os terroristas". Para ele, ao negar-se a entregar Bin Laden, o Afeganistão é um dos países que está do lado do inimigo. De que lado estamos na guerra contra o inimigo?

 

Um historiador contou que um barco pesqueiro, na Europa, realizava seu trabalho e depois retornava com os tanques cheios de bacalhaus vivos. Mas sempre, quando terminava a viagem, muitos bacalhaus no tanque estavam mortos. Certa vez, entretanto, foi pescado, por engano, um enorme bagre e colocado no tanque. Ele começou a atacar violentamente os bacalhaus para comê-los. Ao fim da viagem todos os bacalhaus estavam vivos; é que lutando pela sobrevivência não tinham tido tempo de morrer.

 

O mais comum abridor de brechas na armadura espiritual do crente é a TV.

 

O pastor Milton Azevedo Andrade, da Equipe Ágape Reconciliação, no seu livro "Vida em Abundância", colocou em destaque várias observações. A de número 26 diz: "A nossa salvação é pela graça, mas a conquista da nossa herança é pela luta!" (Milton Azevedo Andrade, em Vida Em Abundância, pg 255).

 

"Está escrito". Quando o Senhor pronunciou essas palavras, o diabo fugiu. Satanás não consegue enfrentar a espada do Espírito - a Palavra de Deus.

 

É Paul Bilheimar quem afirmou: "Se não fosse a igreja, Satanás já teria transformado este mundo em um inferno". (Roberto Amaral Silva, em O Jornal Batista, pg 1b - 17 a 23/09/2001).

 

Quando você sabe que o diabo sabe que você sabe que o diabo sabe que você sabe que ele está derrotado, nada vai impedí-lo de obedecer! Aleluia! 

 

O último ato profético de Eliseu ensina uma lição interessante. Procurado pelo rei Jeoás, que tinha nos síros sua pedra no sapato, Eliseu mandou que ele tomasse arco e flechas e atirasse na direção do Oriente. O homem de Deus chamou aquela flecha de “flecha da vitória do Senhor” e disse que ela representava a conquista sobre os síros. Depois, mandou que Jeoás ferisse a terra com as flechas. Ele o fez por três vezes. Então o profeta se indignou, dizendo – “cinco ou seis vezes a deverias ter ferido, então, ferirías os siros até os consumir, porém, agora só três vezes ferirás os siros”. O que aconteceu­_ Jeoás não entendeu a linguagem profética ou, se entendeu, não teve fé para assumí-la. Deus estava querendo que ele estabelecesse alvos ousados, mas ele foi tímido. Por isso, ao invés de exterminar o inimigo, apenas o enfraqueceu. Nesses dias, o Senhor está colocando flechas de vitória em nossas mãos. Você crê comigo ou vai ferir a terra com timidez? (Pr Danilo Figueira, em Koinonia, pg 3 / Ano XI Nº 36, 01/01/2002). 

 

O diabo age nas trevas. Tudo que deve ser feito precisa ser feito na luz. O diabo é "morcego", atua nas trevas. Se você não quer morcegos voando na sua vida, ande na luz.

 

Tem aquele ditado: "Deus dá a farinha e o diabo fura o saco". Por isso, não permita! Batalhe!

 

Quando o diabo recordar o teu passado, lembre-o do futuro dele. 

 

Aprendi num seminário de batalha espiritual: Diante do mal nós não temos que pedir a Deus que o remova; temos que resistir o mal, usando de autoridade sobre ele. 

 

Um princípio que aprendi ao ler um livro de Rick Warren, foi: "Nunca entre numa luta quando não vai ganhar nada ao vencer". Já discutiu por causa de uma data sem sentido? "Foi em 1982". "Não, foi em 1983". "Não. Não foi. Foi em 1982". "Não foi não...". Que importa? Nunca entre numa batalha em que você não vai ganhar nada. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 158 - Ed Vida).

 

O que o diabo não pode frear, ele empurra.

 

Os demônios são atraídos por pessoas que criam quadros negativos.

 

Aconteceu na pequena cidade de Inglish, na Flórida, 120 quilômetros de Tampa Bay, EUA, o seguinte: a prefeita da cidade, Carolyn Risher, uma simpática vovó de 61 anos de idade, em vista dos inegáveis males que Satanás causa à sua comunidade, resolveu expulsá-lo da cidade, por decreto! Entre outras coisas, dizia a sua recente lei municipal: "Saiba-se, a partir deste dia, que Satanás, Senhor das Trevas e mal, destruidor de tudo que há de bom e justo, não será hoje e nem será novamente parte deste desta cidade de Inglish. Satanás está declarado um ser sem poderes, sem domínio e sem influência sobre nossos cidadãos. No passado, Satanás já nos causou muitos mal.

 

"Deus pode sarar o Brasil por meio de pessoas que se colocam na brecha para restaurar o que estiver arrebentado". - Israel Belo de Azevedo, em O Jornal Batista, pg 10, 15/09/2002.

 

Larry Lea mencionou, num livro que escreveu, todas as armas que necessitamos para derrotar o diabo: O sangue de Jesus, a oração, a armadura de Deus, o louvor, a exposição da Palavra, o nome de Jesus e a perseverança. - Fonte: As Armas da Sua Guerra, pg 8 - Larry Lea.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial as Forças Aliadas irromperam nas praias da Normandia, na França, no dia 6 de junho de 1944 - hoje conhecido como Dia D. Essa batalha foi o ponto decisivo que definiu o conflito; para todos os fins, os Aliados ganharam a Segunda Guerra Mundial nesse dia. Ainda assim os alemães e os japoneses não assinaram os termos de rendição oficialmente senão no ano seguinte. Entrementes, esse ano decorrido entre o Dia D e a vitória foi o mais sangrento de toda a guerra! Morreu mais gente nesse ano do que em qualquer outro. As forças inimigas sabiam que lhes restava apenas pouco tempo, e se tivessem de reivindicar alguma coisa, tinham de agir imediata e poderosamente. A igreja hoje encontra-se entre seu próprio Dia D e a vitória. Tecnicamente, Satanás foi derrotado quando Jesus foi crucificado. Mas até que Jesus volte vitorioso para estabelecer oficialmente o seu reino e obrigar Satanás a render-lhe toda a autoridade, a igreja está engajada nos últimos embates da guerra. Estamos, pois, experimentando algumas das mais "sangrentas lutas" de todos os tempos. - Fonte: Larry Lea, em "As Armas da Sua Guerra, pg 17.

 

Todo crente precisa ter uma mentalidade de guerreiro. Se você acordasse tarde da noite com os gritos de seu filho e descobrisse um intruso em seu quarto, você se veria transformado numa terrível máquina de combate. É isso que devemos sentir acerca do que Satanás está fazendo hoje. Devemos determinar em nosso coração que não ficaremos sentados inertes. - Fonte: Larry Lea, em "As Armas da Sua Guerra, pg 19.

 

O diabo só tem oportunidade de operar onde você lhe permita que ele o faça.

 

O diabo só sabe o que você diz.

 

Os demônios não deixam pacificamente uma fortaleza. Eles têm de ser expulsos.

 

Esta é uma frase que realmente faz sentido: "DEUS É MAIS FORTE QUE O MAIS FORTE DOS SEUS INIMIGOS".

 

Gordon Lindsay costumava afirmar assim sobre a oração: “Cada pessoa deveria orar pelo menos uma oração violenta por dia”. Sua esposa Freda Lindsay comenta que seu marido, Gordon, orava como se fosse uma bomba explodindo! - Fonte: Por Carlos Costa - do Jornal Urro do Leão - urrodoleao@bol.com.br

 

Há na Bíblia 8.000 menções da palavra "Deus" em suas várias formas, e 177 menções do Diabo sob seus vários nomes. Como vê o diabo não é importante. Contudo, não devemos ignorá-lo.

 

"Antes da batalha o planejamento é tudo. Assim que o tiroteio começa, planos são inúteis." - Dwight Eisenhower

 

O pastor britânico Charles Spurgeon escreveu, “Se não procurares o Senhor, o Diabo procurar-te-á. - Fonte: www.gospelcom.net/rbc/pd/2000/Fevereiro2000.htm

 

Num livro de batalha espiritual achei esta pergunta: "Para você, que tamanho tem o diabo?" Muitas pessoas dizem: "Ele é grande demais para mim. É fortíssimo. Ele é muito, muito, muito grande..." Isso é verdade se voc6e não é crente em Jesus. Se, porém, você é crente no Senhor Jesus, eis o que a Bíblia diz sobre o tamanho do diabo para você: "Maior é o que está em nós (Jesus) do que o que está no mundo (o diabo)" (1Jo 4.4). - Fonte: Larry Lea, em As Armas da Sua Guerra, pg. 21.

 

Na batalha espiritual você é quem deve "fechar a porta na cara do diabo" quando ele bater à porta de sua vida. - Fonte: Larry Lea, em "As Armas da Sua Guerra", pg 9.

 

O diabo não pode penetrar onde o sangue de Jesus é aplicado. Lembra-se da primeira Páscoa: quando o anjo da morte foi enviado por Deus a toda a terra do Egito a fim de destruir o primogênito de todo ser vivo, o único lugar em que o anjo da morte não poderia entrar era nos lares onde o sangue havia sido aplicado nas ombreiras das portas (Ex 14).

 

Aqui vai uma lista de pecados do Brasil: feitiçaria, sensualidade, consagração a Iemenjá, contrabando, adultério e prostituição, divórcio, separação de casais, rebelião de filhos contra pais, pais abandonando os filhos... Pecados históricos como morte de pastores huguenotes, morte dos franceses, morte dos negros-escravos, morte dos portugueses, no Rio de Janeiro. Morte e chacina de Paraguaios, através da Guerra do Paraguai; morte de holandeses em Maranhão. Fratricídio entre brancos e indígenas, a escravidão dos indígenas, bem como de Africanos. Os bicheiros, o pecado do Carnaval, sexo explícito indo para as ruas, drogas, tráfico, crime organizado ao redor das drogas, contrabando de armas, alta-prostituição envolvendo cassinos... Corrupção e roubo de bens públicos. (Acrescente a esta lista à aquela que você conhece da sua cidade.) - Fonte: Chave de Davi - chavededavimsgs@bol.com.br

 

Muitas vezes nos convertemos e fazemos um "acordo" com o diabo: - "Olha, eu não te incomodo e você também não me incomoda, ?"- Fonte: Pr. Marco Antônio

 

O momento de batalha espiritual no culto pode, às vezes, ser ensurdecedor. Para quem não gosta, que tal o texto de Isaías 66.6?

 

Aprendi isto: Na possessão o demônio mora na pessoa; no endemoninhamento, o demônio entra e sai da pessoa; e na opressão, o demônio fica de fora, perturbando a pessoa.

 

Outro dia alguém me apresentou a um livro novo sobre batalha espiritual para mulheres, um manual. Uma frase apenas do livro já é uma ministração daquelas bem poderosas. O autor diz: "O lugar da mulher cheia do Espírito é na batalha".

 

Deus é mais forte do que o mais forte dos nossos inimigos.

 

Numa das Convenções da Igreja Celular, a pr Valnice Milhomens, declarou isto: "O diabo vai ficar satisfeito se a vida da Igreja for todos os dias no templo. Ele fica contente quando a igreja vive no templo, pois enquanto a igreja está no templo, o Diabo está à solta, agindo... É como quando os soldados estão na delegacia e os bandidos nas ruas fazem a festa...".

 

Quem perde para o diabo dentro de casa, nunca ganhará dele do lado de fora.

 

Pratique o PHN contra o pecado; a idéia católica carismática é válida. "PHN" , aplicada ao pecado, significa: "Por Hoje Não".

 

“Quando lhe perguntaram certa vez como vencia o diabo, Martin Luther respondeu. Bem, quando ele bate à porta do meu coração e pergunta “Quem mora aqui?”o querido Senhor Jesus vai até a porta e diz “Martin Luther costumava morar aqui, mas se mudou. Agora eu moro aqui.”O diabo, vendo as marcas de prego em Suas mãos e o lado perfurado, foge de imediato”.

 

Uma vida de oração nos faz sensíveis aos menores intentos de Satanás.

 

Achei engraçado um artigo que li na Internet mostrando situações do cotidiano que pode acontecer com qualquer de nós, crentes no Senhor, e que, invariavelmente, a responsabilidade sempre acaba sobrando para o inimigo: - Deu uma topada no pé da mesa, a culpa é do diabo. - Queimou o arroz, a culpa é do inimigo. - Bateu o carro, o diabo se colocou no caminho. - Martelou o dedo, o diabo é culpado. - Levou multa de transito, o Diabo está se levantando contra mim. - O chefe me deu uma chamada de atenção, o inimigo está furioso. - Levei um fora da namorada, o diabo está lutando contra mim. 

 

Foi dado uma prova a um grupo de seminaristas, o tempo era de 60 minutos para concluir, o tema era: Fale sobre Deus e fale sobre o Diabo. Um seminarista começou a escrever sobre Deus, sua grandeza, sua obra e quando viu faltava 1 minuto para esgotar o tempo. Pegou rapidamente uma folha em branco escreveu o titulo Satanás. E logo abaixo escreveu: "Não há tempo para Satanás". Ganhou em primeiro lugar. 

 

J.C. Penn-Lewis e Evan Roberts que estudaram extensamente sobre o avivamento e, em particular, o avivamento0 galês, disseram que nos momentos de avivamento há uma concentração de espíritos da iniqüidade para criar um movimento paralelo de contradições visando desacreditar o verdadeiro. - Neusa Itioka.

 

Deus não nos chamou para uma colônia de férias, mas para uma batalha espiritual. - Boletim da PIB-Pavuna, Rio de Janeiro.

 

Victor Hugo disse: "Um bom general deve penetrar o cérebro do inimigo". Isto é, conhecê-lo bem. Uma das mais sutis armas do diabo, neste tempo, é levar as pessoas a crerem que ele não existe.

 

Francis Schaeffer diz que "a batalha espiritual, a perda da vitória, está sempre no mundo dos pensamentos". CH Spurgen disse que "Deus não viverá na sala de visitas de nosso coração se permitirmos a entrada do diabo no porão de nossos pensamentos". John Stott diz que "o segredo de uma vida pura é ter pensamentos puros".

 

Se Davi se utilizou de um instrumento tão simples para enfrentar um adversário que, além de ser um gigante, era um guerreiro fortemente armado, entra pelos olhos de qualquer observador que houve naquele duelo desigual a intervenção de uma força que se aliou à funda para que esta vencesse o embate. De fato: Davi foi ao encontro de Golias em nome do Senhor. - Rubens Lopes, em O Jornal Batista.

&

Golias, o grande campeão filisteu, disse palavras de ameaças que atemorizaram o exército de Israel. Ele disse: "Não haverá guerra entre nossos exércitos, não. Entretanto, enviem um homem para que lute comigo. Se ele me derrotar, os filisteus servirão a Israel. Se eu vencê-lo, Israel servirá aos filisteus". Israel temeu estas palavras. Se você quer vencer batalhas, não se atemorize com o poder da comunicação negativa. - Silas Malafaia, em "Vencendo Batalhas", pg 19.

 

O grande segredo para a vitória em uma batalha é que quem ataca tem sempre a vantagem de articular primeiro. Quem se defende, simplesmente reage a uma ação. Aconteceu assim no bombardeio em Pearl Harbor, porto este localizado ao norte do Havaí, EUA. As tropas japonesas articularam um ataque-surpresa que envolveu mais de 200 aviões e submarinos. O ataque aconteceu exatamente às 7h45m do dia 7 de setembro de 1941. Neste dia, que ficou conhecido como o dia da infâmia, cerca de 2.300 soldados americanos perderam a vida. - Silas Malafaia, em "Vencendo Batalhas", pg 42.

 

O crente somente será derrotado se ele permitir e fizer a vontade dos seus três inimigos, que são os desejos da carne, os prazeres do mundo e as tentações do diabo. - Silas Malafaia, em "Vencendo Batalhas", pg 52.

 

Não entramos na batalha contra os males deste mundo, contra as hostes malignas, para medir a nossa força, mas para vencermos em nome do Senhor Jesus. - Silas Malafaia, em "Vencendo Batalhas", pg 54.

 

O poeta grego Homero diz, em seus escritos, que os deuses do Olimpo desejam que os mortais vivam com medo e tristamente. Por que então se apegar à eles? - Paulo Roberto Sória

 

O pastor entrou em férias, ficando 30 dias descansando de suas labutas. Logicamente, assumiu a direção dos trabalhos o seu também incansável vice-moderador. Tudo ia bem, até que, num domingo de trabalhos normais, um dos visitantes possuído por um (ou mais) demônio(s) manifestou-se no meio de um dos cultos. A igreja não estava acostumada com aquelas manifestações, e o alvoroço foi grande. Mas, no meio dos alvoroçados, sempre aparece um menos medroso, que, numa atitude de grande coragem, e agindo da sua maneira, partiu para orações junto ao manifestado, no que foi seguido por alguns outros irmãos. Horas depois, o(ou os) demônio(s), ali manifestado, deixou aquele corpo e o exorcizado foi levado a se converter! Tudo isso marcou profundamente aquela igreja, principalmente os envolvidos, que se alegrarem com tudo isto. Foi uma vitória, logo contada para o pastor, quando este voltou de férias. E foi a reação do pastor que me levou a escrever este artigo. Segundo membros daquela igreja, o pastor se mostrou indignado, e disse: "Nossa igreja e denominação não se prima por esta obra. Aqui eu não quero este tipo de coisa. Que isto não aconteça mais!" A ignorância de nosso povo... - José Francisco Veloso, em O Jornal Batista.

 

É bom lembrar isto: Enquanto Sansão dormia, Dalila lhe cortava os cabelos, lhe tirava a força.

 

Devido às disputas, discussões e brigas que nunca deveriam acontecer no meio dos salvos, um irmão bem vivido costumava dizer: "o diabo também vai à igreja".

 

O diabo não é posto para correr por meio de exorcismos, mas com submissão e obediência a Deus.

 

Você mesmo deve gerar padrões elevados. Não pense que presentear-se com um bom corte de cabelo ou uma roupa elegante é uma futilidade. Essas atitudes não são para impressionar alguém, mas para gerar uma confiança antecipada na vitória. 30/11/06

 

Nossa jornada é montanha acima, com um cadáver às costas – o nosso eu crucificado – e o diabo faz de tudo para puxar-nos para baixo e ressuscitar o cadáver. (Phillip Henry) 18/4/07

 

Para cada demônio Deus tem dois anjos. Isso no começo, porque agora, a medida que pessoas se convertem, demônios são repreendidos e levados para o lugar onde Cristo determinar. 25-12-2007

 

Um general, certa vez, na Grécia, cercou uma cidade. Fechado o cerco, enviou um emissário ao governo, perguntando de que modo seria recebido: se como amigo ou como Inimigo. A resposta foi: "Vou pensar, e depois direi". O general que comandava o cerco, imediatamente despachou outro emissário que era portador da seguinte mensagem: 'Enquanto tu pensas, eu vou entrando como inimigo." 23.1.2008

 

Um caçador estava mirando um urso quando o urso falou: "Não é melhor falar do que atirar? O que é que você quer? Vamos negociar." Baixando a espingarda o caçador falou: "Eu quero um casaco de pêlo de urso para me cobrir." "Bom, esta é uma questão negociável" falou o urso. "Eu apenas quero um estômago cheio. Vamos negociar." Depois de algum tempo falando, o urso voltou sozinho para a floresta. As negociações foram um sucesso. Cada um recebeu o que queria. O urso conseguiu seu estômago cheio e o caçador ficou coberto de pêlo de urso (claro, dentro da barriga do urso). Entrar em acordo raramente satisfaz ambos os lados igualmente. Na negociação com nosso inimigo, ele promete o que nós queremos, mas apenas pretende levar o que ele quer - a nossa alma. Você está tentando entrar em acordo ou negociar com o inimigo? 29.1.2008

 

Ao levantar vôo, um aviador percebeu que entrara no avião um passageiro clandestino: um rato. E este começou a roer. Imaginando logo os estragos que poderia causar no avião, o aviador resolveu subir a uma altitude maior, uma vez que os ratos não sobrevivem a grandes alturas. Feito isto, notou que o rato rolou morto. Assim também Satanás, o inimigo de nossos almas, não pode subir às alturas espirituais, abandonando, depressa a alma que para lá dirige. Vá, irmão, e viva assentado nas regiões celestiais, contemplando, de uma posição privilegiada, as tribulações. Lá, o inimigo jamais poderá destruí-lo. (Efésios 1:3). 1.2.2008
 

"O qual nos livrou de tão grande morte, e livrará: em quem esperamos que também nos livrará ainda." Uma garotinha, a quem se perguntou como vivia vitoriosamente, diante dos ata-ques de Satanás, respondeu: "Ora, eu conservo Jesus em meu coração todos os dias. Quando Satanás vem bater à porta, peço a Jesus que vá aten­der". Quando Satanás vê Jesus, ele corre! Sim, nosso presente está seguro, se estiver sob os cuidados do Mestre! 11.2.2008

 

"Preservando a palavra da vida para que, no dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente" (Fp 2.1b). A Palavra de Deus traz avivamento. Os soldados estavam em batalha. Um deles, cristão, levava no bolso da camisa uma pequenina Bíblia. Em meio ao ruído de gritos e granadas a explodirem, os rapazes seguiam, conduzindo o aviamento do corpo de saúde. De súbito, o cristão caiu ao solo. Um compa­nheiro correu ao seu lado, e admirou-se de encontrá-lo ainda com vida. Pondo a mão no bolso da camisa, o filho de Deus tirou sua pequenina Bíblia. A capa tinha um orifício. A bala atravessara Gênesis, Êxodo, Levítico... Samuel, Reis, Crônicas... "Onde pensais que a bala se deteve?", perguntou mais tarde o jovem, quando escreveu sobre o caso, numa carta para os seus. "Exatamente no meio do Salmo 91, apontando para o verso: 'Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido'." A Palavra de Deus deteve a bala de penetrar no coração daquele jovem, sal-vando-lhe a vida. A Palavra divina já deteve muito dardo inflamado despedi­do pelo inimigo das almas, salvando para a vida eterna as pessoas por ele visa-das. Não é admirável, pois, que Paulo se referisse às Escrituras como "a Palavra da Vida". Dentro de suas sagradas capas, o homem encontra não só luz, mas vida - a abundante vida neste mundo, e vida eterna no mundo por vir! 12.2.2008

 

Abraão, um dos grandes heróis da fé, perdeu seu arrimo em Deus e ficou tão desanimado que recorreu ao subterfúgio e à mentira. Davi, homem que vivia segundo o coração de Deus, encontrou-se certa vez tão desalentado que bra-dou: "Ora ainda algum dia perecerei pela mão de Saul". Elias, aquele ho­mem de Deus capaz de fechar e abrir os céus, um dia se lançou em terra e de­sejou a morte. Sim, mesmo aqueles gigantes da Palavra de Deus experimenta­ram tempos de desapontamento e desânimo, por causa do 'caminho". O desânimo é um dos instrumentos mais eficientes de Satanás. Conta-se a história de que um dia Satanás, estando à beira da bancarrota, expôs à ven­da todos os seus instrumentos de tentação. Um pequeno objeto, em forma de cunha, tinha o preço mais alto. Quando lhe perguntaram o que continha, Sa­tanás respondeu: "Este é o desânimo. Quando consigo introduzi-lo no coração do cristão, sei que em breve o terei ao meu lado". O preço era tão elevado que Satanás ainda tem consigo o pequeno instrumento em forma de cunha, e dele se serve em sua atividade no coração dos homens. 14.2.2008

 

É extraordinária a história da conversão de Bique - demonstração do po­der de Deus, neste século XX, para conceder livramento a uma alma presa nas garras do mal. Eu dificilmente teria acreditado na história, não fosse ter-me encontrado pessoalmente com Bique, e falado também com outros, que con­firmaram a transformação nele operada. Reconhecido como o maior dos espíritos entre um quarto de milhão dos habitantes de sua ilha, nas índias Ocidentais Francesas, Bique foi capaz de comandar legiões de espíritos infernais, que se submetiam às suas ordens. Por intermédio desses agentes do mal ele conseguia descobrir o paradeiro de pessoas desaparecidas, movia cadáveres de um lugar para o outro, revelava segredos ocultos, e fazia muitas outras coisas espantosas. Por vezes, ocasio­nou doenças e mesmo morte aos inimigos de seus clientes. Então, entrou no coração de Bique o Espírito de Deus, ordenando-lhe que rendesse a cidadela do mal a um poder melhor. Iniciou-se a luta. Os espí­ritos maus estavam resolvidos a ficar. Tantos anos de práticas más não seriam abandonados com facilidade. A batalha foi acérrima. Mas Bique descobriu a fonte da verdadeira vitória. Descobriu que a derrota pessoal pode transfor­mar-se em esplêndida vitória, se a batalha está nas mãos do Senhor. Apren­deu a exclamar com Paulo: "Tudo posso naquele que me fortalece" (Fp 4.13). Mais de mil pessoas se reuniram na praia para testemunhar o batismo de Bique. Antes de descer às águas, colocou sobre uma pilha de lenha seca todos os seus fetiches, livros e outros objetos que o haviam ligado à velha vida de pecado, e riscou um fósforo, ateando-lhes fogo. Unindo-se aos que o cerca­vam, aquele renascido filho de Deus cantou hinos de vitória, enquanto as amostras da velha vida subiam em rolos de fumaça. A vitória que Deus concedeu a Bique, Ele promete a ti, a mim. Podemos fazer todas as coisas por Cristo, que prometeu fortalecer-nos! 14.2.2008

 

Marcius perguntou a Cominius qual era a posição do inimigo no campo de batalha e onde suas tropas estavam mais aguerridas. Ante as explicações de Cominius, Marcius disse corajosamente: "Peço-lhe, então, como um favor, que me coloque na ala que tenha de enfrentar os inimigos mais fortes". 19.2.2008

 

A vida cristã é semelhante à vida militar. Cristo é nosso Capitão; o evangelho, nossa bandeira; as graças do Espírito, nossa artilharia espiritual. E o céu somente pode ser conquistado por meio da força. 21.2.2008

 

"Um menino estava lendo um romance e à certa altura ficou muito agitado porque, na história, o bandido dominava um casal de noivos e os fazia sofrer muito. A noiva estava amarrada e via seu noivo ser preso à linha de trem, enquanto uma composição férrea se aproximava velozmente. A criança fechou o livro perturbada e cobriu-se. Logo depois tomou o livro e foi para a última página, ali a cena era outra. O casal fora salvo, se casaram e partiram para a sonhada lua-de­mel enquanto o bandido que antes os fazia sofrer e se alegrava com isso estava preso e condenado. Aí sim, o menino retoma a leitura no ponto onde havia parado e ali o bandido faz festa com o sofrimento do casal. Então diz a criança: "É, bandido, se você soubesse o que eu já sei, não estaria sorrindo". Nós conhecemos o futuro do inimigo! 13.3.2008

 

No dizer do poeta inglês William Cowper, "a oração faz reluzir a armadura do cristão. Satanás treme quando vê de joelhos o mais fraco dos santos". 13.3.2008

 

Se "Satanás está vivo e ativo no planeta Terra" (título de um livro), podemos dizer com Paulo: E Deus muito mais. Certa vez um jovem chegou, meio apavorado e me disse: "Pastor, pastor, você soube que ontem houve uma reunião dos bruxos no Brasil"? Eu lhe respondi: "Sim; e você sabia que a Ordem dos Pastores se reúne todo mês?". Noutro dia uma moça comentou: "Estou assustada com o crescimento do movimento da 'Nova Era' no Brasil". E eu lhe disse: "Eu estou feliz pelo crescimento dos evangélicos no Brasil. Quem você acha que pode mais?". 14.3.2008

 

Por trás deste mundo de imagens e sons há um mundo invisível de realidade espiritual que dá sentido ao mundo que vemos, tocamos e com o qual lidamos. 18.3.2008

 

Diga “não” a todo pensamento lascivo, no espaço de cinco segundos. 18.3.2008

 

Satanás tenta estabelecer "fortalezas" em nossa mente, me­diante uma estratégia cuidadosa e engano astuto. “Uma fortaleza é uma área na qual somos mantidos escravizados (em prisão) em de­corrência de certa forma de pensar” – Joyce Meyer . 28.3.2008

 

Na batalha espiritual, a mente é o campo de bata­lha. E onde o inimigo faz seu ataque. Ele sabe muito bem que mes­mo que uma pessoa vá à igreja, se ela não mantiver sua mente no que está sendo ensinado, ela não ganhará absolutamente nada por ter estado lá. 28.3.2008

 

Joyce Meyer: Precisamos entender que "a caminhada do amor" é prote­ção para nós contra os ataques demoníacos. Não acredito que o diabo possa fazer muito mal a alguém que realmente anda em amor. 29.3.2008

 

Satanás jamais teve uma idéia original. Ele toma o que pertence ao Reino da Luz e o desvir­tua para o reino da escuridão. 31.3.2008

 

O único modo de escapar ao diabo e enfrentá-lo com determinação. Não há outro jeito de evitarmos suas garras e permanecermos livres de seu poder. (Extraído do livro "Ouse Ser Firme", Editora Fiel, pp.86,88). 7.5.2008

 

Foi dado uma prova a um grupo de seminaristas, o tempo era de 60 minutos para concluir, o tema era: Fale sobre Deus e fale sobre o Diabo. Um seminarista começou a escrever sobre Deus, sua grandeza, sua obra e quando viu faltava 1 minuto para esgotar o tempo. Pegou rapidamente uma folha em branco escreveu o titulo Satanás. E logo abaixo escreveu: "Não ha tempo para Satanás". 26.8.2008

 

Outro dia um amigo me contava que quando criança possuía três companheiros, e uma vez decidiram brincar de luta. Meu amigo, dando uma de esperto, escolheu o menor deles para ser seu adversário naquela brincadeira. Para sua surpresa, esse "adversário", que aparentava ser o mais fraco, dominou-o facilmente. Ele se enganou julgando precipitadamente ser mais forte do que o outro garoto. Percebe? Como você costuma avaliar as capacidades de seu "adversário"? 19.11.2008

 

Um homem chamou seu vizinho e pediu-lhe que o ajudasse a mover um sofá que havia ficado presona porta de entrada. Eles empurraram e puxaram com insistência até que ficaram completamente exaustos, sem que o sofá se movesse um centímetro do lugar. "Desista" disse o homem ao vizinho, "nós nunca conseguiremos colocá-lo para dentro". O vizinho olhou para ele de forma sarcástica e falou: "Para dentro?" Muito esforço aplicado, muito tempo perdido, os dois amigos não conseguiram mover o sofá porque cada um deles estava focalizando direções opostas. Enquanto o dono tentava fazer o sofá entrar em casa, o vizinho tentava movê-lo para fora. Assim também acontece com a nossa vida. A natureza carnal faz de tudo para nos afastar da presença do Senhor. Ela nos apresenta os prazeres do mundo, pintando-os com cores fortes e atraentes, como sendo o que há de melhor para o nosso viver. Ela nos provoca, afirmando que temos de aproveitar o máximo cada dia de nossa juventude. O objetivo é empurrar-nos para fora da presença de Deus. Enquanto isso, a nossa natureza espiritual nos alerta dos perigos que corremos ao dar ouvidos à natureza carnal. Mostra-nos as armadilhas, os enganos disfarçados, a escuridão por detrás das cores vivas. Ela nos abre os olhos para a felicidade que teremos ao abrir o coração para Jesus, enche a nossa alma de gozo e alegria ao mostrar o quão mais divertido é servir ao Senhor em cuja presença temos verdadeiro júbilo. Ela nos faz compreender que nada é melhor do que estar junto ao Pai celestial. Uma tenta nos fazer sair, outra nos fazer entrar, e só há uma maneira de alcançarmos vitória na busca da felicidade: deixar toda a nossa vida nas mãos do Salvador. Ele pelejará por nós, nos revestirá da Sua graça e poder, nos protegerá em todos os momentos, vencerá, por nós, todas as tentativas da nossa natureza carnal. Em Cristo somos e seremos sempre mais do que vencedores. 19.1.2009

 

Certa vez ouvi entrevistas com sobreviventes da Segunda Guerra Mundial. Os soldados recordaram como foi que passaram um determinado dia. Um passou o dia sentado numa cova; uma ou duas vezes atirou num tanque alemão que viu passar. Outros jogaram cartas para passar o tempo. Alguns se envolveram em furiosos tiroteios. Para a maioria, o dia passou como qualquer outro. Mais tarde, todos souberam que haviam participado de um dos maiores e mais decisivos conflitos da guerra, a Batalha do Bulge. Ela não parecia ser decisiva naquele tempo, porque ninguém tinha conhecimento do quadro geral da guerra. Grandes vitórias são ganhas quando pessoas comuns executam as tarefas que lhes foram designadas. Quando os seguidores de Ignácio (1491-1556) estavam em períodos de fragilidade, ele sempre prescrevia a mesma cura: "Em tempos de desolação nunca devemos fazer uma mudança, mas permanecer firmes e constantes nas resoluções e determinação que tínhamos antes da desolação". As batalhas espirituais precisam ser travadas justamente com as armas mais difíceis de manejar nessa época: a oração, a meditação, o auto-exame e o arrependimento. Quem sabe você sente que está passando por uma inércia espiritual. Permaneça na sua tarefa designada! A obediência a Deus - e somente a obediência - oferece a maneira de vencer as fraquezas. 19.2.2009

 

Foi perguntado a um general francês, na Primeira Guerra Mundial: "Qual lado vencerá?" E a resposta do general foi: "O lado que avançar." A nossa vida, atualmente, tem se tornado uma grande batalha. Lutamos contra o pecado, contra as crises, contra a indiferença humana, contra a mentira, contra os enganos deste mundo. E quem vencerá? De que lado estamos? Muitas vezes cremos que a melhor maneira de sermos vitoriosos neste caos generalizado é adaptarmos nossas vidas a tudo que acontece ao nosso redor. Se a mentira poderá nos conduzir ao sucesso, vamos dar-lhe o braço. Se a desonestidade abre portas para algumas conquistas, que mal haverá em caminhar ao seu lado? Se as trevas têm se alastrado por todos os lugares, facilmente me adaptarei a elas. Mas será que agindo assim conseguiremos, realmente, vencer? Assim como quase tudo neste mundo, a vitória por ele oferecida também é ilusória. Ela é falsa, mentirosa, e, em vez de alegria pelas conquistas, provavelmente choraremos amargamente por termos caído na armadilha de uma vitória fraudulenta. Só existe uma vitória que conduz a felicidade. É a vitória garantida pelo nosso Senhor Jesus Cristo. "Vós sois mais do que vencedores". Essa é a vitória que eu quero. A vitória da verdade, do amor, da humildade, da honestidade, da compaixão, do deitar a cabeça no travesseiro e dormir em paz. Essa vitória não nos poderá ser tirada nunca. Ela nos acompanhará aqui neste mundo e por toda a eternidade. Se queremos vencer, avancemos! Avancemos em direção ao centro da vontade do nosso Deus. Só Ele tem a vitória e, em Sua presença, com certeza venceremos. 27.4.2009