Outros Sermões 2 Pedro

TEMPO DE DESPERTAR LEMBRANÇAS
2 Pedro 3.1, 9

O Mundo cristão vive o início do Advento.

O Advento é o tempo litúrgico que marca a chegada de um novo ano cristão. É mais uma oportunidade para relembrar que, assim como Jesus veio a primeira vez em cumprimento às promessas do Pai, Ele voltará, conforme Ele mesmo prometeu:”... voltarei e vos receberei para Mim mesmo, para que, onde Eu estou, estejais vós também”,(João 14:3). O apóstolo Paulo reafirma as promessas divinas: “Porque o Senhor cumprirá a Sua palavra sobre a terra, cabalmente e em breve...”, ( Romanos 9:28). Na sua Segunda epístola apóstolo Pedro diz que o propósito de sua carta era despertar com lembranças acerca do segundo Advento de Jesus (segunda vinda), lembrando que, “ para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não tarda o Senhor a Sua promessa, como alguns a julgam demorada...”,( 2ª Epístola de Pedro 3:1/9).

O tempo do Advento, é um tempo rico de esperanças. Natal tem uma longa pré-história de saudade e de esperança. O pequeno povo de Israel ansiava por um Messias. Os profetas do Antigo testamento falavam d’Ele; sonhavam com um Messias que trouxesse luz para o mundo! Também nós, no ano de 2007, continuamos sonhando com um mundo mais humano, mais igual, mais justo, com paz e segurança para todos. Cremos que o governo universal plenamente justo e de paz sem fim, prometido por Deus através do profeta Isaias, está em andamento, e o zelo do Senhor consumará a sua execução, (Isaias 7:2 a 7).

Jesus Cristo, o Messias prometido desde o princípio, veio no tempo determinado por Deus, que é o ponto central de toda a história - “Vindo a plenitude do tempo, Deus enviou Seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei...”(Gálatas4:4). Quanto ao tempo da Segunda Vinda de Jesus somente o Pai determinará, (Mateus 24:36).

O tempo do Advento deve ser um período de tomada de consciência da realidade do regresso do Senhor Jesus, a qualquer momento, atentos aos sinais por Ele apontados na parábola da figueira, uma exortação à vigilância. ( Mateus 34:32 a 44).

Na liturgia cristã usam-se muitos símbolos para despertar lembranças e re-contar a história da nossa redenção, até que Ele regresse.

A tradição da Igreja acende velas do Advento neste período dos quatro domingos que antecedem o Natal, simbolizando a proximidade da volta do Senhor Jesus. As velas acesas visam a nos lembrar que estamos em clima de festa e de alegria, comemorando o retorno glorioso de Jesus, Luz do mundo, Sol das nações.

Maranata! Vem Senhor Jesus!



Rev.Enoc Teixeira Wenceslau